Image is not available

A Assembleia Geral das cooperativas paraenses reelegeu por aclamação unânime Ernandes Raiol da Silva como presidente do Sistema OCB/PA.

Image is not available

Os 950 metros quadrados da nova Casa do Cooperativismo foram poucos para conter sentimentos como orgulho, realização e felicidade.

Image is not available

As cooperativas analisaram o mapa estratégico, discutiram entre si e fizeram contribuições que serão incluídas na diretriz de trabalho.

Image is not available

Neste mês, cooperativistas de todo o Estado se encontrarão em Belém para participar de programações decisivas para os rumos do setor.

Image is not available

O curso é um desdobramento do Seminário de ramo promovido pelo Sistema OCB/PA em 2017. As cooperativas solicitaram formação continuada.

Arrow
Arrow
Slider
COOPERAÇÃO COM SUSTENTABILIDADE
Números no Pará

10

Empregados

22.228

Cooperados

05

Cooperativas



Tem pedra preciosa, tem metal valorizado. E tem principalmente a vida do garimpeiro. As cooperativas do ramo mineral são tão importantes para os brasileiros, que foram incluídas no texto da Constituição Federal de 1988.

Na prática, as cooperativas minerais têm a finalidade de pesquisar, extrair, lavrar, industrializar, comercializar, exportar produtos minerais. Tudo isso de forma sustentável, preservando o meio ambiente e promovendo a melhoria das vidas de seus cooperados por meio da oferta de serviços de saúde, profissionalização e educação cooperativista.

Mineral
Pelo tempo...

Desde o dia em que aqui pisaram no Brasil, os portugueses buscavam por joias e minérios. Mas os primeiros achados só surgiriam no início do século 18, na capitania de São Paulo, área onde hoje se localizam Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. A descoberta atraiu imigrantes portugueses e de outros países, dando início à corrida pelas minas.

Foi somente a partir de 1900 que surgiram as primeiras cooperativas de extração mineral no Brasil. O objetivo era organizar o garimpo e a distribuição dos produtos entre os cooperados. Os primeiros registros desse tipo são do Amapá, Bahia, Pará, Rondônia e Roraima.

Hoje, as cooperativas minerais dedicam-se à gestão do negócio dos cooperados, representando-os junto aos órgãos públicos e privados, com foco na organização da atividade e na busca de autorização para uma extração regular. Além disso, organizam o quadro social e estimulam o envolvimento da comunidade nos projetos voltados à recuperação ambiental e à promoção socioeconômica, estimulando a extração sustentável e a geração de uma nova atividade econômica após o esgotamento da área explorada.

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.