spacer
 

Notícias

UFRA também irá aderir à Matriz da Cooperação
 
17/10/2017
 

Aliando a vivência do produtor rural com as novas técnicas de manejo e plantio disseminadas pelo meio acadêmico, o Sistema OCB/PA e a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) estão articulando um termo de cooperação técnica entre as entidades que proporcionará o desenvolvimento das cooperativas do ramo agropecuário. Em reunião com o Pró-reitor de Extensão da Universidade, Jonas Castro, retomou-se as conversas para a oficialização do termo. Uma das possibilidades é a inclusão de projetos acadêmicos e até de estagiários dentro das cooperativas. Participaram o presidente Ernandes Raiol, o gerente Vanderlande Rodrigues, a assessora Nelian Rossaf, o Diretor da Coopatrans, Ademir Venturim e a equipe da NÓS Soluções. A ação é resultado da Matriz da Cooperação, que levantou as demandas das cooperativas no Seminário Agro 2017.

A finalidade da reunião foi avançar com o termo de cooperação que já havia sido requerido. Na ocasião, a OCB/PA foi instruída a solicitar formalmente a minuta, o que já ocorreu. A UFRA, agora, irá reenviar o documento para que sejam inseridas as informações do Sistema OCB e assim enviar ao setor especifico de procuradoria que faz a avaliação dos termos, emitindo o parecer favorável ou não dessa nova parceria. “Desde o ano passado, temos uma aproximação muito boa. Só faltava uma conversa no sentido bem prático para firmar o acordo, mas a reunião foi bastante positiva e tudo estará consolidado antes de terminar este mês. A iniciativa é um resultado do trabalho desenvolvido pela Matriz da Cooperação”, explicou Vanderlande.

As cooperativas demonstraram interesse em poder contar com a academia no processo de manejo, na melhor forma do processo produtivo e na organização da produção. A UFRA é a instituição que possui a expertise de formar esses profissionais habilitados em áreas afins da agronomia. A partir da parceria, poderão surgir diversas atividades como seminários, visitas técnicas e, inclusive, estagiários que poderão atuar nas cooperativas. Até o final de outubro o processo será concluído e discutido como os estagiários serão disponibilizados pela Universidade.

De acordo com o pró-reitor, outros programas também poderão ser aplicados. “Articulamos muitos projetos importantes, faz-se o estudo técnico, mas como não tem a parte pratica, eles ficam engavetados. É uma oportunidade de desentravá-los e construir novos projetos para aplicar nas cooperativas. É unir o útil ao agradável. Com isso, o trabalho do discente será aplicado na prática, o trabalho da universidade será evidenciado e o setor rural no Estado será desenvolvido”.

Na conversa, foram apresentadas as demandas nas quais a UFRA poderá auxiliar como: organização da produção, desde o processo de plantio até a colheita, orientações técnicas de como trabalhar melhor o solo para se ter um produto de mais qualidade com maior quantidade, aproveitamento mais assertivo dessa produção, trabalho com sementes, mudas e como cuidar do plantio.

“O produtor tem a experiência, mas quem recebe as informações atualizadas e conhece as novas tecnologias que contribuem com o aprimoramento dessa produção são os acadêmicos. Essa união com o discente, ou com o professor que coordena o aluno para aplicar novas metodologias, vai contribuir muito para o aprimoramento do produtor. A perspectiva é positiva. O setor agro cresce cada dia mais no Pará e precisa agregar esse valor técnico da UFRA para que o crescimento venha de modo qualitativo. Isso é muito importante para o cooperativismo paraense”, explica Ernandes Raiol.

 
Link:
Fonte: Ascom Sistema OCB/PA - Wesley Santos
 
 
 

OCB/SESCOOP-PA
Av. João Paulo II, 515, Marco CEP: 66095-491, Belém – Pará
Fone: (091) 3226-5280/ 3226-4140 - Fax: (91) 3226-5014