Aprendizes da CAMTA visitam a SICREDI Verde

 

O cooperativismo é uma rede de negócios que congrega vários ramos. Os aprendizes da Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu (CAMTA), por exemplo, recebem os salários através da conta que possuem na cooperativa de crédito SICREDI VERDE. Na última semana, eles visitaram a sede da singular sediada em Quatro Bocas com o objetivo de promover um intercâmbio de informações. A iniciativa foi promovida pelo Sistema OCB/PA.

 

A finalidade da programação foi proporcionar ao aluno, acostumado com as atividades que envolvem o setor agropecuário, uma melhor compreensão do funcionamento, dinâmica de trabalho e da realidade de uma cooperativa de outro ramo.  A SICREDI foi escolhida para representar o cooperativismo financeiro. “É uma singular que atua bem próximo à CAMTA, o que facilitou o deslocamento dos alunos. Além disso, é uma das grandes referências no Estado no que tange a boas práticas de gestão”, afirmou a coordenadora do Programa Aprendiz Cooperativo, Rafaela Menezes.

 

No total, participaram 12 jovens aprendizes que puderam visitar todos os setores da SICREDI, até a parte administrativa.  Os alunos tiraram todas as suas dúvidas acerca das diferenças do empreendimento em relação aos bancos convencionais. Ainda receberam palestra sobre como funciona o Sistema Sicredi em âmbito nacional.

 

Um dos assuntos ressaltados na oportunidade foi a intercooperação e como é operacionalizada, em especial nas linhas de financiamento para o produtor rural que pode recorrer às singulares de crédito. A CAMTA, inclusive, já buscou o apoio financeiro do Sicredi em muitos negócios. Os próprios aprendizes recebem pela conta que a cooperativa possui na cooperativa de crédito.

 

Outra característica que chamou a atenção dos participantes foi o modelo de gestão da cooperativa que valoriza a preservação do meio ambiente. “Ficou evidente que eles priorizam práticas de educação ambiental, de modo que os funcionários a exercem tanto no ambiente interno de trabalho como na sua própria casa. Alguns dos projetos implementados é o recolhimento de pilhas, de papeis que podem reutilizar, além de não gastarem papeis desnecessariamente e de confeccionarem os copos dos funcionários para não se usar copos descartáveis. Enfim, foi uma experiência muito positiva”, explicou a professora do Programa, Alessandra Souza.

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.