Cooperativas se mobilizam para disseminar educação financeira

 

Compras fora do plano, gastos desnecessários e formas de pagamento não favoráveis são alguns erros que podem fazer uma grande diferença no orçamento familiar no final do mês. Todas as dicas para uma melhor saúde financeira estão sendo apresentadas pelas cooperativas à população paraense em nove municípios ao longo desta semana.  Em Belém, a iniciativa foi organizada pelo Sistema OCB/PA em alusão à Semana Nacional da Educação Financeira, do Banco Central do Brasil.


A programação ocorreu na última segunda (14), na sede do Sistema OCB/PA e contou com palestras sobre planejamento familiar ministradas por analistas do Banco Central. Já as cooperativas Sicoob Unidas e Sicoob Cooesa realizaram palestras específicas sobre cooperativismo com ênfase em crédito. Em Santarém, a ação também teve apoio do BC e organização das singulares Sicredi Norte MT/PA, Sicoob Cooesa e participação de cooperados da CREDNORTE. O evento ocorreu no Centro Municipal de Informações e Educação Ambiental de Santarém (CIAM).


"O Pará foi um dos Estados com maior número de voluntários inscritos para disseminar essas boas práticas econômicas no site do BC. É uma das responsabilidades inerentes às cooperativas, ao passo que devem se preocupar com  a comunidade na qual estão inseridas. Por isso, também apoiamos diretamente ações em seis municípios, incluindo Belém", enfatiza o presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol.

O Instituto Sicoob e a SICOOB UNIDAS    promoveram palestras em Marituba, a Sicoob COIMMPA    em    Belém, a Sicoob COOESA em Santarém e em Belém. Já o Sicredi realizou ações em    Novo Progresso,    Castelo dos Sonhos , Santarém, Altamira , Itaituba e Rurópolis.

Ao longo da semana, também ocorreram programações na região da Transamazônica. Duas palestras em Tucurui, três em Novo Repartimento e duas em Pacajás organizadas pela Sicoob Transamazônica com apoio do Sistema OCB/PA na disponibilização dos palestrantes. Na quinta (17), a Cooperativa Sicredi Verde realiza programação semelhante em Paragominas.

 



Educação financeira


De acordo com o analista do BC, Fábio Teixeira, um dos principais erros cometidos pelo consumidor é confundir o que é desejo e necessidade. "É certo que muitos não sabem para onde vai o seu dinheiro. Não sabem exatamente com o que e quanto gastam. Essa falta de consciência tende a gerar o desequilíbrio financeiro e endividamento. Por isso o Banco Central promove essa Semana para difundir a necessidade preventiva à população de modo geral".


A dica é fazer um planejamento financeiro para entender os próprios hábitos de consumo, definir qual é a prioridade e os projetos. O primeiro passo é estimar as receitas e despesas mensais da família, agrupando os gastos por categoria para identificar os vilões do orçamento para avaliar corretivamente. A partir disso, é possivel organizar a vida financeira, administrar imprevistos e consumir de forma consciente.

Uma das dicas para se ter uma boa saúde financeira são as cooperativas de crédito, que apresentam vantagens econômicas como taxas mais acessíveis e sobras anuais divididas para cada associado. "É uma oportunidade de ter retornos expressivos. Como não visam lucro para si, as cooperativas podem oferecer melhores condições para os sócios, além de dividir proporcionalmente o resultado do lucro entre eles. Percebemos o envolvimento do público, principalmente dos mais jovens que estão se preocupando cada vez mais cedo com o futuro", explicou a gerente geral da Sicoob Cooesa, Andréia Almeida.
 
Para a estudante do curso técnico em administração, Taís Paiva, o que mais lhe chamou a atenção foi a forma de organização social das cooperativas. "Ainda não conhecia esse modelo de negócio que abriu meus olhos. Realmente, é uma forma diferente e mais solidária de se acessar serviços bancários.  Fiquei interessada em me associar".

 

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.