Cooperativismo é representado em atividades do Sebrae/PA

 

O presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol, esteve ao longo da última semana em programação intensa de trabalho na região Caeté (Capanema, Augusto Corrêa e Bragança). As atividades fizeram parte da reunião do Conselho Deliberativo do Sebrae no Pará, que acompanhou de perto o resultado do trabalho da instituição junto aos pequenos negócios da região. Entre eles o cultivo de ostras de Nova Olinda, em Augusto Corrêa, projeto premiado do Sebrae pelo programa Al Invest. A Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares dos Catés (COOMAC) também foi visitada.

 

O Programa AL-Invest 5.0 é a mais importante cooperação internacional financiada pela União Europeia para o setor empresarial da América Latina. O trabalho de apoio à cadeia produtiva de ostras no nordeste paraense, conduzido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae no Pará, venceu na categoria 'Melhoria da Produtividade e Inovação nas MPE'. O Sebrae no Pará concorreu com projetos de 110 instituições apoiadas pelo programa em 18 países da América Latina e Caribe, sendo selecionado por uma banca composta pela Comissão Europeia, Cainco, Eurochambres, Sequa e Câmara de Comércio Internacional de Paris.

 

Mais de 80 famílias de comunidades de Augusto Corrêa, Curuçá, Salinópolis, Maracanã e São Caetano de Odivelas são beneficiadas pelo projeto de ostreicultura. As associações de produtores de cinco municípios formam a Rede Nossa Pérola, que disciplina o trabalho e promove ações conjuntas, sendo que todos os cultivos possuem licenciamento ambiental, o que abre mercado para o produto, que já é comercializado em Bragança, Belém e Salinópolis.

 

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.