Cooprima lança linha de cosméticos na FAM

 

 

Entre 200 expositores de 20 países, a Cooperativa de Primavera (Cooprima) é a representante do cooperativismo na Feira do Artesanato Mundial (FAM), que segue até o próximo domingo (16) no Hangar, em Belém. A grande novidade é a linha de cosméticos fabricada a partir de ervas medicinais cultivadas e beneficiadas pelos próprios cooperados.  Os produtos expostos são sabonete íntimo, protetor solar e sabonete facial, além da tradicional cachaça de jambu, óleo de coco, óleo de andiroba, composto de copaíba, cabacinha e andiroba, licor de frutas e licor de tucupi.

 

A linha de cosméticos “Ervas da Amazônia”, carro chefe da exposição na FAM, leva aroeira, verônica, barbatimão e jucá. A cooperativa decidiu ingressar no novo segmento após network viabilizado pela Feira Pará+30, que também contou com a participação das cooperativas paraenses. Na ocasião, os cooperados receberam orientações de como usar as ervas medicinais e, partir de então, iniciaram o desenvolvimento artesanal dos produtos.

 

“É nossa primeira experiência de apresentação da linha que já teve uma ótima aceitação pelo mercado. Alguns profissionais de Estética fizeram o teste e aprovaram. Estamos quase acabando o estoque e ainda conseguimos fechar contrato com duas revendedoras esteticistas, uma de Natal e outra do Pará. Isso prova que estamos no caminho certo”, explicou a presidente da COOPRIMA, Joelma Nunes.

 

A cooperativa recebeu proposta de parceria com o laboratório Fiocruz para desenvolvimento dos produtos. Os cooperados também já vislumbram parceria com a SEAD, que deve lançar no próximo ano a DAP fito, que dará a oportunidade para o produtor ter uma linha de financiamento de R$18mil. O objetivo é investir em um minilaboratório para elaborar produtos dentro do padrão exigido pelo mercado, com certificações e selos.

 

“Estamos disponíveis para auxiliar a COOPRIMA e demais cooperativas atuantes neste segmento, tanto ampliando a rede de relacionamentos estratégicos para o aperfeiçoamento da atividade, quanto na abertura de horizontes comerciais. As Feiras e Festivais têm atraído bons resultados, gerando repercussões comerciais expressivas”, afirma o presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol.

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.