Investimento em gestão cooperativista duplicou em 2018

 

As melhores estratégias de crescimento são adotadas a partir de programas de gestão, visualizando-se o cenário dinâmico do mercado. A área desenvolvida pelo Sistema OCB/PA superou a previsão de meta anual, chegando a 13.188 beneficiados, 111 ações e 249 cooperativas atendidas em 2018. Um dos destaques é o GESCOOP que cresceu 125%.


A Profissionalização da gestão é uma das áreas estratégicas do Sistema OCB/PA, através do qual se desenvolvem ferramentas como o GESCOOP que identifica gargalos e estabelece um Plano de Ação para melhoria das singulares. Em 2017, primeiro ano de elaboração, a ferramenta foi aplicada em oito cooperativas paraenses. Em 2018, esse número cresceu 125% com 18 atendimentos e a expectativa para o próximo ano é efetivar 20 aplicações.

É nesta área também que se desenvolveu o Projeto Estruturador de Desenvolvimento do cooperativismo graneleiro, cujo objetivo é aprimorar o potencial do agronegócio no Estado. “É um segmento em franco desenvolvimento e nossa expectativa é que gere um valor agregado maior para os produtores, pois a capacidade de verticalização é imensa quando se trata de grãos. Continuaremos investindo no ramo de forma assertiva”, explicou o superintendente do Sistema OCB/PA, Júnior Serra.

Na área de monitoramento, o Sistema obteve um salto de 44% em número de ações realizadas e 7% no total de cooperativas atendidas em 2018. PAGC, PDGC, consultorias e orientações técnicas são algumas das ferramentas disponibilizadas sem custos às singulares adimplentes na entidade. Os Programas de monitoramento avaliam constantemente o desempenho das cooperativas para identificar necessidades de apoio em formação e qualificação profissional, apresentando resultados relevantes na melhoria da gestão e governança. No total, foram beneficiadas 17.924 pessoas em 448 ações ao longo do ano.

Em atividades voltadas à promoção do cooperativismo, a meta anual prevista para a realização de eventos foi ultrapassada em quase 22%, a de cooperativas atendidas em 28% e, em 20% acima, o número de beneficiados. O Cooperjovem é o grande destaque, superando a meta de beneficiários em 70% com 15 eventos e 9 cooperativas atendidas. O Programa insere o cooperativismo na grade curricular de escolas públicas e privadas de maneira transversal às disciplinas já ministradas na grade regular.


 

 

Já o número de singulares atendidas na área de profissionalização da governança cooperativista cresceu 37% em 2018. A finalidade central é qualificar dirigentes e cooperados em relação às melhores práticas de governança, capacitando os conselheiros de administração e fiscais das cooperativas. Na área de promoção social, os números seguiram a meta esperada com as ações promovidas pela campanha Dia de Cooperar, que promoveu 15 projetos em todo o Estado com o número de 13,6 mil pessoas beneficiadas.

“O nível de maturidade do cooperativismo no Estado é bastante perceptível. Os resultados do planejamento para o setor vêm se refletindo em singulares competitivas, com gestões estruturadas, que se preocupam com a comunidade em que estão situadas. A intenção é que ampliemos ainda mais essa atuação, acompanhando de perto nossas cooperativas”, comentou o presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol.

 

 

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.