Aula inaugural do Mestrado para cooperativas ocorre em Belém

 

Iniciou-se uma nova etapa para o cooperativismo paraense com a aula inaugural do Mestrado Profissional. Representantes de diversos municípios e ramos econômicos participam deste momento histórico para o setor no Pará, que será um dos poucos Estados no Brasil a ter um grupo seleto de mestres com foco no cooperativismo. De acordo com a Diretoria Geral do IFPA, a parceria com o Sistema OCB/PA se estenderá para o âmbito do ensino técnico, graduação e pós-graduação.

 

A aula inaugural ocorreu na última segunda (08), na sede do Sistema OCB/PA. Na mesa oficial, se pronunciaram o presidente Ernandes Raiol, o diretor da pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação do IFPA, Saulo Silva, o diretor geral do IFPA, Adebaro Reis, a Coordenadora do curso, Marina Regina e o professor doutor da UFRA, José Romano. Ao longo da semana, os alunos já iniciaram a grade curricular com a disciplina de metodologia aplicada.

 

 “Estamos felizes em poder contribuir e aprender junto com todas as cooperativas. A oferta de qualificação e produção de tecnologias sociais é uma das nossas finalidades alcançadas através de parcerias. Tenho certeza que esta turma não busca apenas um título acadêmico, mas sim a qualificação necessária para desenvolver e melhorar o meio em que estamos inseridos”, afirmou o Diretor Saulo Silva.

 

O curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares tem como objetivo geral formar profissionais, visando o desenvolvimento rural sustentável com base em sistemas integrados de produção agropecuária, extrativista e agroindustrial. Neste sentido, o projeto do curso está voltado para a atuação no meio rural, a partir da compreensão da dinâmica e do manejo de agroecossistemas e da gestão de empreendimentos agro com ênfase no processo histórico, cultural e ambiental.

 

Uma das grandes novidades apresentadas pelo Diretor Geral do IFPA, Adebaro Reis, foi a continuidade da parceria com a oferta de cursos técnico e tecnólogo em curto e médio prazo, assim como de doutorado a ser planejado a longo prazo.

 

“Queremos, já neste primeiro semestre, ofertar uma turma em tecnólogo em cooperativismo e iremos propor uma turma de técnico na modalidade proeja para contribuir ainda mais com a qualificação do quadro social das cooperativas. Iremos trabalhar nas três modalidades de ensino que estão ao nosso alcance: ensino técnico, graduação e pós-graduação. São laços fraternos que estamos construindo e que se unem cada vez mais”.

 

 

 

O CURSO

 

Em julho de 2018, o Instituto Federal do Pará (IFPA) do Campus Castanhal assinou convênio de cooperação técnica com o Sistema OCB/PA. A partir da parceria, foi lançado o edital do Processo Seletivo do Curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Rural e Gestão de Empreendimentos Agroalimentares. Será possibilitada, ao egresso, a capacidade de disseminar e construir tecnologias e inovações numa perspectiva integrada, envolvendo os sistemas de cultivo, criação, agroextrativista e agroindustrial.

 

O Mestrado está estruturado com as disciplinas obrigatórias: Desenvolvimento Rural, Territorialidade e Políticas Públicas; Fundamentos dos agroecossistemas; Fundamentos em Gestão de Empreendimentos Agroalimentares; Metodologia de Pesquisa Aplicada; Seminários Temáticos.

 

Já, como optativas, estão disponíveis as disciplinas Agricultura Familiar Camponesa e Agroecologia, Economia Solidária e Cooperativismo; Inovação Tecnológica; Estatística Aplicada; Tecnologias Agroalimentares; História, Cultura e Meio Ambiente da Amazônia; Instrumentos e Ferramentas de Gestão; Geotecnologia Aplicada a Produção Sustentável; Tecnologias Sustentáveis em sistemas integrados produtivos.

 

“Para nós, é algo inédito, um sonho realizado. É mais um legado que será extremamente útil ao desenvolvimento do cooperativismo. Nosso desafio é não continuar apenas pensando na pós-graduação. Precisamos também tornar realidade um curso de graduação para o Estado tendo em vista o quanto as grades regulares do nosso ensino preterem o cooperativismo. O IFPA é a instituição pioneira neste sentido, pelo que somos muito agradecidos. Estamos construindo um marco institucional histórico com base na ajuda mútua e na cooperação”, reiterou o presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol.

 

Shadow
Slider
SISTEMA OCB/PA © TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.