Cooperativas de transporte capacitaram cerca de 500 cooperados šŸšŒšŸššŸš

Entre agosto e setembro, o segmento de transporte ampliou o processo de qualificaĆ§Ć£o profissional de seus associados. O curso itinerante Transporte Coletivo de Passageiros, realizado pela parceria entre o Sistema OCB/PA e a Central das Cooperativas de Transporte do Estado do ParĆ” (CENCOPA), passou por 7 municĆ­pios e atendeu cerca de 500 profissionais. Em BelĆ©m, o curso ocorreu no Ćŗltimo dia 23 para a Cooperativa de Profissionais AutĆ“nomos no Transporte de Passageiros e Turismo de Outeiro (Cooptransalto).

Os municĆ­pios atendidos pela primeira etapa do Programa de ProfissionalizaĆ§Ć£o foram Itaituba, Altamira, Novo Repartimento, TucuruĆ­, MarabĆ”, Xinguara e Parauapebas. Essa demanda veio a partir de levantamento feito com as cooperativas do ramo onde foi evidenciada a obrigatoriedade da certificaĆ§Ć£o dos motoristas no curso especĆ­fico de conduĆ§Ć£o, regulamentada pela resoluĆ§Ć£o 168 do Conselho Nacional de TrĆ¢nsito (CONTRAN). O Sistema OCB/PA contratou Centro Formador para ir atĆ© cada municĆ­pio promover a aĆ§Ć£o, sem custos aos cooperados.

ā€œEssa certificaĆ§Ć£o Ć© prĆ©-requisito para que o motorista possa ingressar no serviƧo de transporte de passageiros. A CENCOPA, visando essa qualificaĆ§Ć£o, juntou-se ao Sistema OCB/PA e criou o projeto de profissionalizaĆ§Ć£o seguindo a dinĆ¢mica itinerante, facilitando assim a vida dos cooperados que por muitas vezes tinham que se deslocar de suas cidades para fazer o curso. Isso Ć© muito gratificante para a diretoria da CENCOPA pois sabemos da importĆ¢ncia de termos profissionais qualificados e aptosā€, destaca o presidente da CENCOPA, Valdemar Rodrigues.

Entre as atividades realizadas pelo segmento, cabe destacar tambĆ©m o programa de conexĆ£o que integra as cooperativas do ramo para agilizar a locomoĆ§Ć£o nas regiƵes sul, sudeste e sudoeste do Estado. AtĆ© entĆ£o, o usuĆ”rio para ir de Altamira a Parauapebas, por exemplo, precisava descer em municĆ­pios pĆ³lo, como MarabĆ”, comprar outra passagem, esperar o horĆ”rio de saĆ­da e sĆ³ depois chegar ao destino final. Com o projeto de conexƵes desenvolvido pela CENCOPA, o usuĆ”rio de Altamira pode emitir passagem pela COOTAIT direto para Parauapebas. Chegando em MarabĆ” jĆ” passa direto para o veĆ­culo da COOPASUL e se encaminha ao destino.

ā€œPor meio do programa desenvolvido pela Central, o passageiro pode ter noĆ§Ć£o exata de saĆ­da e chegada no destino. A agilidade e a qualidade do serviƧo prestado Ć© fundamental porque destaca o trabalho cooperativista dentro do mercado de transporte de passageirosā€, enfatiza o vice-presidente da CENCOPA, Tarley Carvalho.


PRƓXIMOS PASSOS

Dando continuidade ao processo de aprimoramento da qualificaĆ§Ć£o dos seus filiados, a CENCOPA e o Sistema OCB/PA estĆ£o articulando uma nova etapa do programa de profissionalizaĆ§Ć£o que terĆ” como eixo as novidades normativas da AgĆŖncia de RegulaĆ§Ć£o e Controle dos ServiƧos PĆŗblicos do Estado do ParĆ” (ARCON/PA) para alinhamento e conscientizaĆ§Ć£o de todos os cooperados.

Uma outra demanda importante do ramo Ć© a regulamentaĆ§Ć£o do transporte alternativo na RegiĆ£o Metropolitana.Ā OĀ presidente da COOPTRANSALTO, Itanael Lopes tem participado de audiĆŖncias pĆŗblicas com a prefeitura de BelĆ©m para debater o tema. Enquanto isso, a cooperativa jĆ” estĆ” se estruturando e qualificando os operadores.

ā€œVamos disputar essa fatia de mercado. Hoje temos condiƧƵes de prestar o melhor serviƧo para a populaĆ§Ć£o. Estamos esperando apenas a prefeitura liberar o edital com os requisitos de adequaĆ§Ć£o dos veĆ­culos para nos adaptarmos Ć s novas exigĆŖncias e renovarmos a frotaā€, reafirma Lopes.

Shadow
Slider
  • Seg - Sex | 08h Ć s 12h - 13h Ć s 17h
SISTEMA OCB/PA Ā© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.